18/08/2014
Surforeggae entrevista a banda de reggae amazonense, Ayahuasca! Leia e sinta o som!
 

Pág 1: Anterior |
01/10/2015 - Surforeggae entrevista o grande astro do reggae Maxi Priest! Confira!
16/03/2015 - QUARTZ! Surforeggae faz entrevista exclusiva com Alexandre Carlo sobre o seu projeto solo!
09/03/2015 - Entrevista exclusiva com DAMIAN MARLEY! Saiba tudo sobre o mais original filho de Bob Marley!
21/01/2015 - Damian Marley no Brasil! A grande estrela do reggae mundial chega em março! Confira datas e locais!
04/02/2014 - Surforeggae entrevista DROOP LION, o novo vocalista da lendária The Gladiators! Confira!
06/06/2013 - Entrevista exclusiva com a banda Nayah, que lançará novo CD com produção de grande nome da MPB!
08/10/2012 - EXCLUSIVO! Surforeggae entrevista Rodrigo Piccolo, vocalista do Mato Seco! Confira!
03/10/2012 - EXCLUSIVO! Surforeggae entrevista Reemah, mais uma voz do reggae pesado das Ilhas Virgens!
24/01/2012 - Raçaman vira DUB nas mãos de Mad Professor! Ouça o resultado e confira a entrevista com Alexandre!
14/09/2010 - Experiência, ideologia e planos: Surforeggae faz entrevista com Lucas Kastrup do Ponto de Equilíbrio!
02/08/2010 - Confira a entrevista com a banda Semente da Paz, uma das principais da nova geração do reggae baiano!
08/12/2009 - Confira a entrevista do Surforeggae com a banda Namastê, que lançou o CD "O Sol Nasce para Todos"!
29/08/2009 - Surforeggae entrevista Alexandre, vocalista do Natiruts, sobre a polêmica do VMB 2009! Confira!
22/08/2008 - Surforeggae entrevista Aline Duran, uma das principais vozes femininas do reggae nacional!
11/08/2008 - EXCLUSIVO: Confira a entrevista do Surforeggae com a Roots Nyabinghi, um dos destaques no cenário baiano!
14/07/2008 - Confira a entrevista exclusiva do Surforeggae com a Diamba, uma das maiores bandas de Reggae da Bahia!
06/02/2008 - EXCLUSIVO: Surforeggae entrevista uma das grandes promessas do Reggae mundial! Confira!
28/09/2007 - Exclusivo: Entrevistamos Akila, músico e filho de Carlton Barrett, baterista dos Wailers! Confira!
Pág 1: Anterior |


O trabalho da banda Ayahuasca vai muito além da sua veia musical e verbal, é pura dedicação e perseverança em defesa das florestas e do nosso verde, adicionado de um bom contexto social. Com 7 anos de carreira e dois discos de estúdio lançados - "Pés no Chão” e “Urucum” - a banda que teve iniciou em Manaus e atualmente vivem baseados na cidade do Rio de Janeiro.

Para mostrar um pouco mais desse trabalho para o Brasil, o Surforeggae fez uma entrevista exclusiva com o grupo. Confira!

A ENTREVISTA


Nos fale um pouco sobre como foi formada a banda e quem são seus integrantes.
A banda foi formada em Manaus (AM) em 2006. Em 2009 a banda veio pro Rio de Janeiro onde só o vocalista Yuri Reis e o antigo guitarrista permaneceram na cidade. Lá, conheceram o baterista Daniel Tot que já tocava com o baixista Pedro Sustagem. Um ano depois o guitarrista Rafael Casqueira entrou pra banda, que atualmente também conta com os teclados de Gunter Fetter. Há 4 anos estamos atuando na cena carioca.

Quais são os seus artistas nacionais e internacionais favoritos quem de certa forma influenciam no som?
Gostamos de Nação Zumbi, Steel Pulse, The Congos, enfim, música jamaicana e brasileira. Gostamos também de rock pesado como Black Sabbath e Led Zeppelin. O RAP também faz parte do nosso cotidiano - artistas como Black Alien, The Roots e Mos Def. Curtimos de tudo um pouco e termina virando influência.

Vocês utilizam elementos diferentes como por exemplo indígenas na música da banda?
Sampleamos alguns cânticos indígenas e apitos de pássaros. Temos algumas percussões trazidas da Amazônia que usamos também. A banda tem muita influência da música indígena.


(Performance energética do Ayahuasca)


Como surgiu a ideia do nome da banda?
O nome foi dado pelo vocalista Yuri Reis após uma sessão de Ayahuasca que se trata de uma bebida milenar cultivada por povos indígenas.

Como está a discografia da banda? O que está sendo preparado para o futuro próximo?
Temos dois discos ,"Pés no chão" gravado em Manaus e "Urucum", feito no Rio de Janeiro. Estamos preparando o nosso terceiro álbum que se chamará ’Tribos’.

A banda se mudou pro Rio de Janeiro há algum tempo. Por que tomaram essa decisão e como está sendo?
Queríamos expandir os horizontes. Já estávamos na cena amazonense e era preciso respirar outros ares e buscar uma inserção maior no mercado para alcançar um número maior de pessoas.


(Do álbum "Pés no Chão", ouça "Viagem")


Para vocês que viveram mais de perto, como é o movimento do Reggae no Amazonas?
Apesar de ter boas bandas na cena de lá, não tem muito mercado ainda,por isso sentimos a necessidade de vir pro Rio de Janeiro.

O que precisa melhorar para o Reggae nacional atingir mais público?
Acreditamos que tem muita banda boa por aqui, mas falta autenticidade. Já que fazemos música de protesto, deveríamos nos importar mais com assuntos do Brasil , as florestas, nossos índios por exemplo. Talvez tivéssemos mais credibilidade se fôssemos "menos jamaicanos" e mais brasileiros.

Deixem uma mensagem para quem já curte o som de vocês e para aqueles que acabaram de conhecer um pouco mais o trabalho da banda aqui pelo Surforeggae.
Para quem já conhece e sabe da nossa proposta, obrigado pelo respeito! Para quem não conhece, convidamos todos a entrar no nosso mundo. Viva a floresta e todos os seres que nela vivem ! Obrigado!


(Ouça o disco "Urucum")





MAIS INFORMAÇÕES


Facebook: facebook.com/ayahuascareggae
Soundcloud: soundcloud.com/ayahuascareggae


Fonte: Rafael Surforeggae








 

TRENCHTOWN
(Feminina)
Each One Teach One
Groundation
Live in Africa

Culture
(Reggae)


O que você espera da cena reggae atual?
Que bandas clássicas ressurjam
Que bandas novas apareçam mais.
A cena reggae está legal para mim.


Resultado parcial
Historico de Enquetes


   Morgan Heritage
   Chronixx
   DUB INC
   Jah Defender
   Alborosie


   Igor Salify
   Vibração Sol
   Andread Jó
   Be Livin
   Angatu



APOIO DESENVOLVIMENTO