10/04/2017
Johnny Clarke faz jus ao status de lenda, e estremece o Estudio em São Paulo! Confira!
 


A expectativa era grande, afinal o nome da noite era "somente" um dos maiores do reggae mundial da década de 70, o jamaicano Johnny Clarke.

Desde 1973 na estrada, fez gloriosa parceira com Bunny Lee, com quem lançou várias das obras mais essenciais do ritmo de Jah. Clarke também chegou a ser nomeado o melhor artista da Jamaica por dois anos consecutivos, 1975 e 1976.


(O ainda jovem Johnny Clarke)


Organizada pela You&Me on a Jamboree, a casa paulista Estudio, localizada no efervescente bairro de Pinheiros, foi o local escolhido para ancorar este verdadeiro espetáculo, que contou ainda com a excelente Leões de Israel como banda de apoio e com Jurássico nos controles da Sound System, esquentando o bom público da casa com um arsenal de hits.

O SHOW



Por volta da 1 da manhã, a banda Leões de Israel inicia o tradicional medley instrumental com trechos de vários dos principais hits da carreira do astro, levando o público ao delírio. Em tempo, nossos parabéns aos produtores e profissionais que levantaram o som, pesado, imponente e extremamente equalizado.

Na sequência, Johnny Clarke assume o microfone, e as pedradas começam a rolar com "King of the Arena" e "Blood Dunza". Super energético em palco, o senhor da noite contagiou os presentes com muita dança, interação e os famosos "Rewinds", que é quando o cantor interrompe a música abruptamente, como se tivesse acontecido um erro, e a recomeça logo em seguida.


(Johnny Clarke e Leões de Israel)


Ainda falando de interação, não podemos deixar de destacar a própria banda Leões de Israel, absurdamente competente e performática, sobretudo com o baixista e um dos líderes, Edu Sattajah.

Quando "Every Knee Shall Bow" começou, o peso arrepiou até o mais desavisado presente, e sem quebrar o clima denso com graves para dar e vender, "Dance to the Music" e a clássica "Declaration of Rights" - sucesso original dos Abyssinians - mantiveram a vibe lá em cima.

"Left With A Broken Heart", "Don’t Want To Be A Rudeboy" e "Roots Natty Congo" chacoalharam as estruturas da casa, e fizeram cama para outra grande pedrada da carreira de Clarke, "Babylon", esta assinada pelo lendário produtor Jah Shaka.




A forte atmosfera da discografia de Johnny Clarke agrada em cheio até mesmo os ouvidos não tão familiarizados com o reggae raiz tradicional, prova disso é que se via muitas pessoas, aparentemente de outras tribos, totalmente envolvidas naquele clima imponente e psicodélico, características típicas desse mix de Reggae Roots + DUB.

"Come Back to Me" - outro hit do cantor - antecedeu um de seus maiores sucessos, "African Roots", que ainda trouxe na sequência as belíssimas "Stranger in Love", "Going to a Ball", "Gonna Love You More" e "Everyday Wondering".

Já na reta final do espetáculo e com alguns pedidos vindos da plateia, Johnny Clarke executa "None Shall Escape The Judgement", música que ajudou a pavimentar a carreira sólida do cantor no mundo do reggae, sendo esta um dos primeiros frutos da aclamada parceria Clarke/Lee. A apresentação foi encerrada com as clássicas "Enter Into His Gates" e "Move Out Of Babylon".


(As guitarras dos Leões)


A apresentação marcou o retorno de Johnny Clarke em território nacional, porém, infelizmente, esta foi a única apresentação do artista em São Paulo, o que torna a inciativa da You&Me ainda mais especial. O público agradece! Bless!


Fonte: Rangel Surforeggae

Johnny Clarke

Clique e saiba tudo sobre Johnny Clarke aqui no Surforeggae. Discografia, notícias, música e muito mais.





'Johnny Clarke'


É neste sábado! Lendário cantor jamaicano, Johnny Clarke faz única apresentação em São Paulo!






 
Dancehall DJ
Vários Artistas
Rockers

Filme clássico de 1978
(Reggae)


O que você espera da cena reggae atual?
Que bandas clássicas ressurjam
Que bandas novas apareçam mais.
A cena reggae está legal para mim.


Resultado parcial
Historico de Enquetes


   Morgan Heritage
   Chronixx
   DUB INC
   Jah Defender
   Alborosie


   Igor Salify
   Vibração Sol
   Andread Jó
   Be Livin
   Angatu



APOIO DESENVOLVIMENTO