11/01/2005
Livro autobiográfico fala sobre a grande Rainha do Reggae!
 

Pág 1: Anterior |
20/11/2018 - Dia da Consciência Negra: O Herói Zumbi!
11/05/2018 - Os últimos dias de Bob Marley!
19/03/2018 - O dia em que Bob Marley bateu bola no campo de Chico Buarque!
08/03/2017 - Mulheres no Reggae!
22/11/2016 - Parte 1: Para afugentar o Diabo!
21/11/2016 - Parte 2: Para afugentar o Diabo!
11/10/2016 - O impacto da cultura SoundSystem!
21/04/2016 - Amor e devoção! A visita de Selassie à Jamaica!
05/12/2015 - Nelson Mandela: A convicta luta que contagiou o reggae mundial!
21/09/2015 - Haile Selassie no Brasil!
19/01/2015 - A vida de Bob Marley - Os filhos do Rei!
15/11/2014 - A República mudou DE FATO nossas vidas?
27/08/2014 - O Tempo é o Mestre!
28/07/2014 - Chronixx, a nova locomotiva do reggae?
30/01/2014 - A Conexão Reggae / Punk!
17/10/2013 - Quem é Jah?
01/02/2013 - Queremos novidade! Uma análise do mercado reggae no Brasil!
19/06/2012 - A moda passa mas a essência fica!
Pág 1: Anterior |


No Woman no cry, Minha vida com Bob Marley, é o titulo do livro que relata a vida de uma mulher surpreendente, casada com um dos artistas mais conhecidos e amado de todos os tempos. Chegando a morar na favela de Trench Town, na capital Jamaicana, Rita Marley descreve em 236 páginas, sua vida ao lado de Bob Marley. Teve contato com a música muito cedo devido a seu talento, e muito cedo também, se tornou mãe solteira.

Logo, a vida apresentou o homem que lhe ajudaria a criar a filha, e que mais tarde lhe daria uma verdadeira ninhada deles. Esse homem era Robbie - Bob Marley - assim chamado na época. Rita conta o inicio dos Wailing Wailers, composta por Robbie, Peter e Bunny e a parceria deles com a Soulettes, grupo do qual Rita fazia parte na época.

A abrupta fase da vida de Rita Marley foi marcada pela pobreza e discriminação ao se tornar Rasta. Criada por uma tia muito rígida, isso foi essencial para sua educação e para sua vida ao lado de Bob Marley. Por muito tempo, Rita cuidou da família enquanto Marley, estava em turnê com os Wailers. Ela sempre trabalhou arduamente para espalhar as canções de Marley pela Jamaica e criar os filhos da melhor maneira, e com 26 anos, já tinha os quatro primeiros filhos.

A vontade e a realização de estar no mundo da música, fez com que ela, integrante das Soulettes, fosse líder das I-Three, trio vocal dos Wailers. A luta emocional foi a maior de todas. O atentado, represálias feitas pelos partidos políticos da época... não era nada fácil ser a Sra. Marley! Rita e Bob nunca se separaram, apesar dele manter casos com outras mulheres publicamente, e às vezes ficar meses sem aparecer em casa.



Com tudo, Rita criou os filhos que Bob Marley teve fora do casamento e ficou ao seu lado até o fim. Após a morte do rei, ela sofreu muito em insistir propagar seu trabalho, mas como grande guerreira, recebeu centenas de premiações e honrarias em nome dele, alicerçou a carreira de Melody Makers, e hoje cuida da Bob Marley Foundation. Vale a pena conferir esta obra espetacular e reveladora! Rita foi e sempre será a Mãe e Rainha do Reggae mundial, sendo o porto seguro e pedestal do astro Bob Marley.


Fonte: Bárbara Villar








 
Hebron Gate
Groundation
Live in Dortmund

Bob Marley
(Reggae)


O que você espera da cena reggae atual?
Que bandas clássicas ressurjam
Que bandas novas apareçam mais.
A cena reggae está legal para mim.


Resultado parcial
Historico de Enquetes


   Morgan Heritage
   Chronixx
   DUB INC
   Jah Defender
   Alborosie


   Igor Salify
   Vibração Sol
   Andread Jó
   Be Livin
   Angatu



APOIO DESENVOLVIMENTO