22/07/2005
Surforeggae solta as pedras com os novos pesos do Reggae Nacional! Confira tudo sobre a festa!
 


As pedras rolaram nesta última quinta feita, dia 21, ao comando de duas ótimas revelações para o cenário reggae nacional. Levando a "Terra Sagrada" em seus respectivos nomes, o Alma Zion e o Raizion, tem apenas uma proposta: O Reggae original de qualidade! Muita gente bonita marcou presença nesta noite, e mesmo com a garoa chata do lado de fora, dentro o Açaí pega fogo com a discotecagem de Luiz Reggaesoul & Surforeggae, quebrando tudo com Junior Murvin, The Congos, Justin Hinds, Dennis Brown e "outras cositas"...




A primeira banda a se apresentar foi o Raizion. Já havíamos citado sobre eles na última matéria, e quem leu e foi ao evento, pode comprovar com olhos e ouvidos... é PESO! Se não bastasse o instrumental de qualidade, as letras são muito bem escritas, passando uma mensagem consciente através do ritmo de Jah. Em conversa com o tecladista Tiago, ele revela que a principal referência da banda são artistas das Ilhas Virgens como, por exemplo, Midnite e Yahadanai. Pela introdução, este dado já pôde ser comprovado. Dois teclados, baixo e batera marcando em cima, davam toda a cadência peculiar desta nova safra do reggae mundial.

O setlist do Raizion era recheado de incluências, como "Don’t Move" e "Love the Life You Live" do Midnite, "Ku Klux Klan" do Steel Pulse, "Politiki" do Alpha Blondy, etc, além das ótimas composições próprias como "O Reflexo", "Miragem", e a canção que todos cantaram com muita energia, "Vitórias e Conquistas". A banda fechou a apresentação com a vertente psicodélica do Reggae, o DUB. Não deixe de conhecer o trabalho consistente do Raizion, clicando no link abaixo.

 Clique aqui e baixe a música "Vitórias e Conquistas".







Agora, quem assume o palco do Açaí Praia é o Alma Zion. Liderada por Giraffha 17, a banda contava nesta apresentação com algumas presenças inusitadas, como Mr. Kuki nos teclados, Douglinhas do Reggae Style no Baixo, Ska na bateria, enfim, precisa dizer mais alguma coisa? Giraffha 17, vocalista da banda, sempre está correndo com a divulgação de seu trabalho... e este show mostrou que as coisas andam dando certo. O entusiasmo com que o público cantava as músicas próprias era de arrepiar. "Jamaican Colors", "Moleque de Rua", "Revolução" e "Eu Joguei meu Pente Fora", versão literária de "Since i Throw the Comb Away" do Twinkle Brothers, levantaram coros daqueles que tiveram contato mais "íntimo" com o primeiro álbum, "Distante da Babilônia".

Justamente quem conhecia o "Distante da Babilônia", teve ótimas surpresas. Esse time de feras colocou uma roupagem mais pesada nas músicas, e revelou na prática o que rolará no segundo trabalho intitulado, "É Fogo, e vai Queimar!". Só para se ter uma idéia, a banda Cimarons e o astro Max Romeo foram lembrados em excelentes versões para o português de "Ship Ahoy" e "One Step Forward", ou melhor, "Vai Navio" e "Um Passo para Frente", respectivamente.

 Clique aqui e baixe a música "Jamaican Colors".



Estas bandas estão com um trabalho sério, e qualquer progresso será reportado aqui no Surforeggae. Aguardem o lançamento oficial de seus álbuns que serão publicados em nosso setor de notícias. A babilônia vai tremer!

IMAGENS DO EVENTO


 Clique aqui e veja as imagens deste evento.


Fonte: Equipe Surforeggae








 
Pretinha Minha
Vibrações
Live in Europe

Morgan Heritage
(Reggae)


O que você espera da cena reggae atual?
Que bandas clássicas ressurjam
Que bandas novas apareçam mais.
A cena reggae está legal para mim.


Resultado parcial
Historico de Enquetes


   Morgan Heritage
   Chronixx
   DUB INC
   Jah Defender
   Alborosie


   Mateus Rasta
   Igor Salify
   Vibração Sol
   Andread Jó
   Be Livin



DESENVOLVIMENTO