28/09/2007
Exclusivo: Entrevistamos Akila, músico e filho de Carlton Barrett, baterista dos Wailers! Confira!
 

Pág 1: Anterior |
01/10/2015 - Surforeggae entrevista o grande astro do reggae Maxi Priest! Confira!
16/03/2015 - QUARTZ! Surforeggae faz entrevista exclusiva com Alexandre Carlo sobre o seu projeto solo!
09/03/2015 - Entrevista exclusiva com DAMIAN MARLEY! Saiba tudo sobre o mais original filho de Bob Marley!
21/01/2015 - Damian Marley no Brasil! A grande estrela do reggae mundial chega em março! Confira datas e locais!
18/08/2014 - Surforeggae entrevista a banda de reggae amazonense, Ayahuasca! Leia e sinta o som!
04/02/2014 - Surforeggae entrevista DROOP LION, o novo vocalista da lendária The Gladiators! Confira!
06/06/2013 - Entrevista exclusiva com a banda Nayah, que lançará novo CD com produção de grande nome da MPB!
08/10/2012 - EXCLUSIVO! Surforeggae entrevista Rodrigo Piccolo, vocalista do Mato Seco! Confira!
03/10/2012 - EXCLUSIVO! Surforeggae entrevista Reemah, mais uma voz do reggae pesado das Ilhas Virgens!
24/01/2012 - Raçaman vira DUB nas mãos de Mad Professor! Ouça o resultado e confira a entrevista com Alexandre!
14/09/2010 - Experiência, ideologia e planos: Surforeggae faz entrevista com Lucas Kastrup do Ponto de Equilíbrio!
02/08/2010 - Confira a entrevista com a banda Semente da Paz, uma das principais da nova geração do reggae baiano!
08/12/2009 - Confira a entrevista do Surforeggae com a banda Namastê, que lançou o CD "O Sol Nasce para Todos"!
29/08/2009 - Surforeggae entrevista Alexandre, vocalista do Natiruts, sobre a polêmica do VMB 2009! Confira!
22/08/2008 - Surforeggae entrevista Aline Duran, uma das principais vozes femininas do reggae nacional!
11/08/2008 - EXCLUSIVO: Confira a entrevista do Surforeggae com a Roots Nyabinghi, um dos destaques no cenário baiano!
14/07/2008 - Confira a entrevista exclusiva do Surforeggae com a Diamba, uma das maiores bandas de Reggae da Bahia!
06/02/2008 - EXCLUSIVO: Surforeggae entrevista uma das grandes promessas do Reggae mundial! Confira!
Pág 1: Anterior |


Errol Barrett, ou Akila Barrett como é mais conhecido, é um grande cantor, músico e compositor da nova geração e que tem o Reggae literalmente no seu sangue, sendo filho do maior baterista de todos os tempos da música jamaica - Carlton Barrett, que tocou com Bob Marley & The Wailers. Carlton foi assassinado em 1987, mas deixou no filho todo o seu talento. Saiba um pouco mais sobre Akila nessa entrevista exclusiva cedida ao Surforeggae.

A ENTREVISTA


 Rafael: Saudações Akila. Primeiro, obrigado pela oportunidade. Como de costume nas minhas entrevistas, sempre começo pedindo que o artista fale um pouco do seu começo. Como surgiu o seu interesse pela música?
Akila: Eu me lembro de músicas desde que eu era pequeno, quando as ouvia no rádio da minha Avó. Além disso, a minha mãe tinha LPs (Vinis) muito bons, os quais eu estava sempre escutando. Um fato que também influenciou foi meu pai sempre me levar para o estúdio de gravação com ele. Foi assim que eu conheci o que era a música e tive interesse por ela.

Rafael: O que você espera dessa nova geração de artistas?
Akila: Eu realmente espero que eles cantem e escrevam músicas que vêm do coração. E que aprendam tudo o que os artistas veteranos deixaram antes de nós.

Rafael: Como filho do grande baterista Carlton Barrett, quais foram as lições mais importantes de você aprendeu com ele e com seus amigos?
Akila: Uma coisa extremamente importante que aprendi foi respeitar a música e não ser uma pessoa falsa.

Rafael: Você mantém alguma relação de amizade com a Família Marley?
Akila: Não!

Rafael: Se você não fosse um músico, o que seria?
Akila: Eu seria um médico.

Rafael: O que você acha da briga de Aston ’Familyman’ Barrett (seu tio) na justiça pelos direitos autorais das músicas que ele e seu pai participaram na época dos Wailers com Bob Marley?
Akila: Eu acho que o juiz foi subornado, por isso nós perdemos o caso.

Rafael: Nos fale um pouco da experiência de ter sido cantor dos The Wailers por um tempo.
Akila: Eu apenas cantava músicas de Bob Marley... pra mim era ok... (falando como se sentisse que falta nos Wailers de hoje novas músicas, e não apenas fazer cover de Bob).

Rafael: O que você está preparando para nós? Sabemos que você tem estado na Argentina trabalhando no seu próximo álbum.
Akila: Eu estou trabalhando em dois novos álbums, um de reggae raiz e o outro Rhythm & Blues, Funk, Pop, Rock, Soul...

Rafael: O que o seu primeiro álbum representa para a sua carreira?
Akila: Ele mostra para o mundo que eu fui abençoado com o dom da música, não apenas como cantor, mas produtor, arranjador, compositor e músico.

Rafael: Como você define o seu estilo de Reggae?
Akila: Sem dúvida reggae de raiz.

Rafael: Você tem alguma opinião a respeito da onda do ragga e dancehall que invadiu a Jamaica?
Akila: Pra mim é uma nova geração de músicos, e assim como em tudo, uns são bons, outro ruins.

Rafael: O que você acha das letras racistas e anti-homossexuais proclamadas por alguns artistas Jamaicanos?
Akila: Eu não estou aqui para julgar ninguém. Eu faço o que é certo do ponto de vista de Deus.

Rafael: Você acha que o Reggae está perdendo as suas raízes?
Akila: Sim, de fato!

Rafael: Nos fale um pouco a respeito da experiência de conhecer o músico brasileiro Gilberto Gil. Ele fez uma entrevista com você sobre o estilo ’one drop’ (Estilo de tocar bateria inventado pelo pai - Carlton Barret). Você pretende gravar com outros artistas ? Seja brasileiro, jamaicano, ou qualquer outro?
Akila: Gilberto Gil sempre foi um grande amigo do meu pai, do meu tio (Aston Barret) e meu. Eu acho que ele é o melhor artista Brasileiro vivo atualmente. Eu desejo um dia gravar com vários músicos brasileiros sim.

Rafael: Como você define a importância do Rastafari na sua vida?
Akila: Rastafari é um modo de se viver, o modo como precisamos viver... de forma natural e respeitando a natureza.

Rafael: Nós sabemos que você toca diversos instrumentos. Onde você aprendeu?
Akila: Eu aprendi sozinho a tocar os instrumentos. Primeiro eu aprendi a tocar bateria, e no tempo em que eu senti que a música jamaicana estava mal falada, eu decidi tentar fazer uma mudança trazendo-a de volta às suas raízes.

Rafael: Nos fale dos seus músicos preferidos.
Akila: Gosto muito do Steel Pulse e do Luciano. Eu sinto no som deles a verdadeira música. E quando eu sinto a música, eu a amo.

Rafael: O que você acha da relação Reggae x Ganja?
Akila: Para fazer um bom reggae, nós precisamos dela. Nos ajuda a meditar melhor. Mas o que é importante de se lembrar é que a usamos como uma erva espiritual, e não com outros intuitos.

Rafael: Você conhece bandas brasileiras? Quais?
Akila: Eu conheço muitas, mas não sou muito bom para lembrar nomes (risos)

Rafael: Suas habilidades musicais são inquestionáveis. Mas, você sente que tem um ponto fraco que precisa corrigir? Qual?
Akila: Sim, a minha voz pode melhorar.

Rafael: Seu primeiro álbum é muito popular entre o público que se aprofunda mais no Reggae, mas não entre a grande maioria que é de pessoas que não vão tão a fundo. O que você acha que precisa para levar seu trabalho a mais fãs? Você concorda que a mídia algumas vezes pode ser mais significante que o trabalho e as habilidades do artista? Por que você acha que grandes músicos como você não estão na mídia de massa?
Akila: Sim, a mídia é muito poderosa. Nós estamos vivendo num tempo onde o dinheiro literalmente fala, portanto se não estivermos trabalhando junto com um grande selo fica mais difícil. O Reggae é a batida do coração das pessoas.

Rafael: O que você anda ouvindo ultimamente?
Akila: Eu gosto muito de Bossa Nova, Jazz, Funk, Reggae, Disco, Soul, World Music...

Rafael: O que você acha de outros bateristas tocando em alguns momentos num estilo bem parecido com o do seu pai, tais como Mikey ’Boo’ Richards e Balengola Richacha?
Akila: O que é bom é espelhado. A Revista ’Baterista Moderno’ elegeu Carlton Barret o melhor baterista do mundo. Como outros exemplos disso, posso citar o cantor Prince que utilizou samplers do meu pai na música ’Blue Light’ e o baterista do grupo The Police que gravava o meu pai tocando e diz que aprendeu com ele.

Rafael: Nos fale um pouco sobre a sua família, o lugar que você cresceu e os amigos que cultivou.
AkilA: É bastante coisa pra se dizer. Eu irei escrever um livro sobre a minha vida, e espero que os meus fãs gostem. Surpresa.

Rafael: Akila, muito obrigado pela entrevista. Manda uma mensagem para os visitantes do Surforeggae e a todos que respeitam o seu trabalho.
Akila: Quero dizer aos visitantes do Surforeggae para se manterem fortes pois Jah vive para sempre. O Reggae irá conduzir todos ao caminho para Sião (Zion).

MULTIMÍDIA



Clique aqui e veja Akila Barrett com o clipe "Changing People".


Fonte: Rafael Surforeggae








 
Rústico
Vibrações
Live at Dour Festival

The Congos
(Reggae)


O que você espera da cena reggae atual?
Que bandas clássicas ressurjam
Que bandas novas apareçam mais.
A cena reggae está legal para mim.


Resultado parcial
Historico de Enquetes


   Morgan Heritage
   Chronixx
   DUB INC
   Jah Defender
   Alborosie


   Igor Salify
   Vibração Sol
   Andread Jó
   Be Livin
   Angatu



APOIO DESENVOLVIMENTO