23/10/2004
Maxi Priest abala as estruturas do Tom Brasil! Confira o reggae moderno deste astro britânico.
 


Na sequência matadora de shows internacionais em 2004, Maxi Priest é o grande nome na casa paulista Tom Brasil. Com divulgação "tímida", o resultado de público estava impresso na última noite do dia 22 de outubro. Mesmo com o número de pessoas abaixo do normal pela importância do evento, a animação fazia seu papel complementar.

A banda de abertura foi o Planta e Raiz, que com seus antigos hits e os novos do último trabalho, "De Cara Pro Mundo", agitam a galera para o dono da noite. Com um show de curta duração, chega a hora de preparar o fôlego para aguentar o pique da próxima atração... acredite, você precisaria.

O astro é recebido com um instrumental incrível. O baterista Paul Kastick, que tocava com uma camisa do Corinthians e na coletiva estava com uma da seleção brasileira, tinha uma pegada que sacudia o mais desanimado dos mortais por toda a casa. Quando o rapper RedFox entra em cena, a casa vai abaixo! Ele e Maxi Priest não paravam um segundo, e o delírio do público era incontrolável.

Maxi, este britânico de sangue quente jamaicano, choca o reggaeman mais purista com seu reggae contemporâneo, moderno, pra cima... e a tal da vibração positiva? Sim, a vibração positiva é forte. Bate, estremece, chacoalha! Esse é o som, e o fervor é certo.

Hits como “Man with the fun”, “Temptress”, “Wild World”, “That Girl”, “Close to You” e muitos outros, fazem os presentes no Tom Brasil esfolar a garganta e pular como pipoca ao tentar acompanhar Maxi e sua competente banda. Como o próprio artista nos disse na coletiva da última quarta-feira:

Precisamos evoluir, nos desprender dos anos 60 e 70... mensagens positivas, músicas alegres, essa é minha música..."

Com certeza muitos conceitos caíram neste show, podendo o reggae evoluir com seus grandes talentos sem jamais denegrir o reggae tradicional e suas estrelas. Fiquem atentos à agenda Surforeggae, pois o Inner Circle vem aí. Quanto ao que passou, bem... resumimos em uma frase:

Maxi Priest é o Máximo!

 Clique aqui e veja as fotos deste evento.

mais informações


 Clique aqui e leia a coletiva de quarta-feira.
 Clique aqui e saiba mais sobre o artista.


Fonte: Equipe Surforeggae








 
Dancehall DJ
Vários Artistas
Tabatha Fher

Estúdio Showlivre
(Reggae)


O que você espera da cena reggae atual?
Que bandas clássicas ressurjam
Que bandas novas apareçam mais.
A cena reggae está legal para mim.


Resultado parcial
Historico de Enquetes


   Morgan Heritage
   Chronixx
   DUB INC
   Jah Defender
   Alborosie


   Igor Salify
   Vibração Sol
   Andread Jó
   Be Livin
   Angatu



APOIO DESENVOLVIMENTO